INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Azul Cobalto

Ou Índigo?
Mais um caso misterioso dos muitos nomes para um mesmo tom...

Anyway, continuando... O masterbedroom cá do castelo estava todo muito branco -paredes, móveis, acessórios - e eu precisava encontrar A cor que iria unir tudo e injectar um pouco de joie de vivre, ser suficientemente masculina para não ofender o pater familias, mas sem deixar de ser feminina e apelar ao meu gosto pessoal. Também teria de ser uma cor adequada a um quarto, pois acredito que a cor de uma divisão, sobretudo um quarto, influencia a nossa disposição e atitude dentro do espaço. Num quarto de dormir, seria importante que a cor fosse relaxante, marcante, representativa de quem a habita, forte, mas não overpowering.

E das minhas pesquisas e inspirações, do acompanhar das últimas tendências e do meu gosto pessoal, surgiu cada vez mais clara uma resposta que me tem deixado em modo caçadora-colectora-obcecada.






Estou perdidamente apaixonada pelo azul cobalto (ou índigo, foi assim que o conhecia há uns anos atrás...).
É uma cor que não ofende macho nenhum, pelo contrário - azul escuro, hello? Mas a abordagem contemporânea que se lhe faz é absolutamente condizente com um quarto onde dorme e gosta de estar uma mulher.
A combinação com o branco é perfeita, o resultado é límpido, brilhante, fresco, vibrante. Traz uma boa vibe, mas também pode ser relaxante. Para uma terceira cor, o dourado resulta lindamente e o coral ou o turquesa podem ser aliados inesperados.

E eu sempre adorei esta cor! Desde o tom, tão tipicamente português nas porcelanas e azulejos, aos padrões, florais, geométricos, delicados ou bold. Gosto de todas as abordagens, de todos os ângulos!
 Está escolhida, já estou a encher o nosso quarto de apontamentos cobalto, em almofadas, colchas, porcelanas.


6 comentários:

sof* disse...

também gosto imenso, é sem dúvida uma cor consensual!

cycle disse...

A mim dão-me a sensação de frio :)

M.P. disse...

Gosto muito!!

S. disse...

Óptima escolha, adoro!

Anônimo disse...

Este 'post' é um bom exemplo do daltonismo que grassa por aí.
Por favor, não tente falar do que não sabe. O azul índigo é uma cor diferente do azul cobalto. O código é #3964C3. Em contrapartida, o azul cobalto tem o código #3D59AB. Seria bom aperceber-se de que o azul é das cores mais complexas que existem ao longo do espectro da luz. Investigue um bocadinho e verá.
E faça-nos um favor: fale de coisas suas (o diâmetro da sua barriga, por exemplo) em vez de se armar em especialista de tolices.

Diana A. disse...

Senhor anónimo, tem alguma coisa contra pessoas daltónicas? E mesmo quem não é daltónico pode fazer confusão com alguns tons, não me parece que isso seja um erro grave.

Aproveito também para dizer que gostei das dicas do post. Há muitos anos atrás tive uma fase em que adorava azul, entretanto passou mas nos últimos tempos voltou a ser escolhida em várias situações.

Parabéns pelo blog, dá sempre vontade de voltar :)

Diana A.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...