INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Auch!

Passei pela Zara (juro pela minha alminha que se atalhar pela Zara corto caminho!!) e sai de lá ferida.
Acho que tenho uma tacha encravada no coração...


E esta perfeita fofura da Zara Kids? Atenção que a Zara kids calça até o 38, há por lá grandes oportunidades de negócio!


Primos


Irmãos sem tecto comum. Amigos de sangue.

Irmãos de fim-de-semana. Amigos perenes.

Sempre mortinhos por se ver, por se juntar em bando, quantos mais melhor. Mais e mais e mais, VIVA!
O Pedro já tem duas primas a quem segue com adoração. Agora espera pelo primo, a quem vai liderar com convicção.
Cá os esperamos. Aos primos juntos!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

{Dia 59}

Captar o Pedro em babygrows enquanto ainda é um baby...

Hoje



Loose ends they tangle down
And then take flight
But never tie me down
Never tie me down

Off I go
Where I fall
Is where I land

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

{Dia 58}

Primavera, promessa de vida, quase a chegar. Mesmo.

Quem me trouxe?


Adoro o ar "Quem me trouxe? O que estou a fazer aqui?" com que o meu Pedrito coelho sai em 95% das fotos que lhe tiramos. Desde sempre. Olha, muito espantado, muito aluado, muito sério, muito "quem me trouxe?" mesmo. São raras as vezes em que consigo apanhar um sorriso directo para a objectiva. Se olha, fica logo a reparar. Quando o vejo com esse ar, quando vejo as fotografias em que está com esse ar, só me apetece estrafegá-lo em abracinhos, meu doce inocente, meu rico filhinho perdidinho de Sousa.

O grande vencedor dos Oscares

O Branco.



Lindo, mas muito melhor sem a capa, só a tirou para apresentar o Oscar para o melhor documentário.

Aqui também se vê Anglina Jolie, num Atelier Versace, que nem na apresentação que fez na cerimónia foi capaz de não mostrar a perna. Depois foi prontamente gozada pelos próprios vencedores, pois foi. També aqui Cameron Diaz, num mix de fluidez e salero, gostei muito.


E o preto e branco d' O Artista, congrats!

Todos os comentários no calor do momento, na página do FB d' As Maravilhas da Maternidade, aqui

Sasha, não tens amor à vida!



Depois do Borat, depois do fashionista gay, agora Sasha Baron Cohen volta com mais uma personagem diabolicamente fantástica, o ditador. Para já, conseguiu ser banido da cerimónia de entrega dos Oscares deste ano, porque queria ir em modo personagem, ou seja, num misto de Khadafi, Fidel, Sadam e outros que tal. Ainda levas com um tratamento à Salman Rushdie, não te desgraces, homem!

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Bons Sonhos

A Johnson's Baby ofereceu-me a gama Bons Sonhos, composta pelo Champô Relax, a Loção, o Óleo e o Banho Bons Sonhos. Obrigada!
Cá por casa conhecemos muito bem a Johnson's Baby. Quem nunca usou pelo menos uma vez na vida o champô? Nós ainda hoje usamos, a verdade é que podemos dar muitas voltas, experimentar muitos produtos, mas o ideal é mesmo usar regularmente um champô suave, simples e básico. Se o champô Johnson's é suficientemente suave para um bebé, será seguramente suave para nós. E o certo é que além de suave, é eficaz. E cheira tão bem! Também gosto muito do sabonete para bebé, o original, também usamos muito cá por casa.



Para já o Pedro dorme muito bem, felizmente, por isso não sei dizer se esta linha Bons Sonhos ajudaria o Pedro a dormir melhor. Acredito que uma rotina adequada é fundamental, com um banho retemperador, uma massagem com óleo ou loção hidratante e muitos miminhos. Com os produtos certos e mais agradáveis, é o ideal. Lembro tão bem que quando o Pedro era recém-nascido ficava muito atento e calmo, com os olhos muito abertos enquanto lhe faziamos uma massagem com leite hidratante. Os produtos desta linha têm um cheirinho e toque muito leve e agradável, usam-se muito bem, são muito suaves. Gostei!

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Amanhã

OSCAR!!!



Quem já segue estas Maravilhas através do FB já bem sabe, quem não, fica sabendo, amanhã é noite de live posting, os vestidos, as tragédias, os grandes vencedores, os grandes burros amarrados, all the american way!

{Dia 56}

Ouve um passarinho, aponta.
Ouve passos, aponta.
Ouve um carro, aponta.
Sempre para o alto, nunca para a direção do som. Talvez seja por vir do alto a resposta...

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

{Dia 55}

Agarrado II

Vera Wang on Weddings

Vera Wang lançou uma app para iPad, iPod touch e iPhone de gestão de casamento, com planner, guias e ideias para vestidos, bolos, flores, dicas para a festa, conselhos para cada estilo de noiva, enfim, tudo o que possa interessar às noivas do ano ou apenas a meninas casadoiras que queiram uma inspiração na ponta dos dedos. Tudo com o bom gosto típico deste titã do bom gosto casamenteiro!



Eu que sou bem casada já saquei a aplicação, adoro casamentos e estou a adorar as inspirações desta criadora, nomeadamente os arranjos de flores e looks. Atenção, parece que por enquanto o download é gratuito mas, a partir de 1 de Março, passa a custar quase $10,00

Agarrados


Não há fuga possível, o tempo deles é este, com computadores, écrans tácteis e telemóveis cheios de conteúdos e funções. A nós, cabe-nos (resta-nos?) controlar os tempos, os modos e os conteúdos, porque por eles, era tudo a todo o tempo.
É este o tempo deles.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Zeca Afonso - Canção de Embalar

Serviço Público

Deixei este conselho ao comentar mais este episódio da maternidade real tão bem narrado pela Muxi-Muxi. Foi tão mini-revolucionário nos nossos momentos mais desesperantes que vale a partilha, é mesmo serviço público:

Naqueles dias e noites em que o petiz (bem bebé)  resolve chorar, chorar, gritar, guinchar, sem parecer ter motivo, sem parecer ter fim à vista, em que não sabemos se são cólicas, gases, dores, cansaço, loucura precoce ou tudo isso junto, o nosso melhor amigo é um set de

TAMPÕES PARA OS OUVIDOS
A sério.

É impossível deixar de o ouvir, nem é o que se quer, mas faz com que um progenitor desnorteado, privado de sono e a desejar uma fuga rápida, aguente firme e hirto com ele ao colo, a consolá-lo com calma e doçura, até que se cale, sem que fure os tímpanos ou perca o tino.
Faz com que 20 ou 30 minutos de choro deixem de parecer 3 horas. Parecem, vá, uma hora e pico...


Felizmente não nos aconteceu muitas vezes, houve umas três ou quatro semanas em que tínhamos sessão de filme de terror dia sim dia não, depois acalmava, depois do nada mais uns dias assim, nós nunca chegámos a perceber exactamente porquê.
O meu palpite vai para que ele simplesmente acordava e não conseguia voltar a adormecer sozinho, então ia despertando mas morto de sono e então desatava a chorar porque estava cansado mas sem conseguir adormecer. Ele seguia numa espiral de choro até libertar tudo o que havia dentro dele e depois acalmava e adormecia, exausto. Nós limitavamo-nos a embrulhá-lo muito bem embrulhadinho, por forma a imobilizá-lo, abraçávamo-lo ao alto ou deitado de lado, balançávamos lentamente para trás e para a frente e quase gritávamos SSSSSHHHHH para que se acalmasse. Sempre a tentar dar a chupeta.
Íamos trocando, era um trabalho em equipa, marcávamos 10/15 minutos cada um, contávamos bem o tempo no relógio, para vermos que não, não tinham sido 2 horas de choro, ainda só tinham passado 10 minutos. Depois vinha o outro para nos render e podíamos descansar. Sempre a mesma coisa. Passado meia hora, 3/4 de hora, ele acalmava. Primeiro calava-se um pouco para voltar em força, depois o tempo calado ia aumentando pouco a pouco. Quando ele começava a suspirar, era um sinal divino, começava a rota descendente. Mas continuavamos na mesma posição, a fazer a mesma coisa, até se acalmar totalmente. Por fim, adormecia e é como se a última meia hora, ou até hora não tivessem passado de um pesadelo. Dele e nosso.

Lembram-se de ter dito que o Pedro acordou para a vida depois de ter feito um mês de idade? Este foi um dos muros que andamos a picar, o acordar a chorar desalmadamente a meio da noite. Passou pouco depois de fazer quatro meses e teve uma semana assim do nada aos seis.

Outros muros? Adormecer e manter-se a dormir nas sestas, outro rosário...

How to be a Dad

Um site H I L A R I A N T E sobre as venturas e desventuras de um pai. Coisa rara pelas nets fora, a experiência de um pai e cheio de graça!
Revejo-me e vejo o meu marido em tantos posts, fico agarrada à barriga às gargalhadas com outros tantos. Vale muito uma visita, aqui.



Bonus: ele é giro giro giro!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

{Dia 53}


A tia fez, a mãe emoldurou. Tão riquinho!

Ontem

Foi o melhor dia da semana para o maridão, dia de... Walking Dead!

Estou a ver porquê o meu marido não consegue deixar de sentir um carinho especial pelos walkers, agora sim, percebo a empatia...


terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

{Dia 52}

O gato da boa fortuna traz dinheiro e boa sorte. A única coisa com que temos de nos preocupar é em manter a pata a acenar.

Paciência...

Ontem pequeno Pedro não comeu o "prato". Sopa sim, fruta sim, prato, nem se fosse de porcelana.
Ao almoço, ao jantar.
Hoje, pequeno Pedro não comeu o prato. Ao almoço, estou para ver o jantar.

Não come, não come, escusa é de dar palmadas na colher, cuspir o que mete na boca e de vez em quando borrifar. Que nérvus!
Vou convencer-me que esta falta de apetite é apenas fruto da ranhoca mais recente que lhe tem entupido o nariz, é isso. Também lhe tem toldado o juízo, isso é que é pena...
 Preciso encomendar mais paciência on-line, a minha foi para lavar, estava cheia de nódoas.

Ontem





Eu gostava de ter estado aqui... numa parada de rua, no Sambódromo, na rua. A morrer de calor, a pular o carnaval. Adorava passar o Carnaval no Rio, seria o melhor presente de anos de sempre!!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

{Dia 51}

Adoro

Papel de parede. Na parede dos outros. Nas minhas tenho medo que não resulte, que canse, que depois não bata certo com outra mudança, que envelheça mal. Numa parede minha nunca me atrevi, mas gostava tanto!
Um dia, um dia.


 Para eternas medrosas e indecisas como eu, uma solução de compromisso ou encorajamento: painéis com papel de parede.







Adoro toile de jouy... em quantidades moderadas.

 Já este eu gostava em grandes quantidades. Para o quarto do meu Pedrito coelho.



Às vezes, mais do que o próprio papel, encanta-me a atmosfera instantânea que o papel de parede certo cria.  Nestes casos, romântica.


 Nestes casos, calma.




Se (quando, é quando!) eu me aventurar, acho que me lanço em padrões abstratos em tons azul claro, malva, pastéis. Para começar...

Certo é que um papel de parede cria imediatamente uma afirmação de estilo. Uma divisão com um papel de parede não se deixa enganar, foi decorada. Foi pensada. Não se limitou ao coordenar de objectos e móveis, houve uma ideia de decoração que se deu ao trabalho de colar desenhos na parede. Isso é de valor.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

{Dia 50}

Sabem aquela cena idílica, em que chamamos pelo nosso filho e ele vem a correr de braços abertos e se afunda no nosso colo num abraço apertado?



Não tem nada a ver.

Tudo ao lado!
Fofo.

{Dia 49}

Depois não há de o miúdo ficar siderado por cães... eles andam sempre a cruzar o seu caminho. Ele fica transido.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Ties

Inspirado no já muito conhecido The Glow, é um encanto visitar este blogue e conhecer um pouco sobre a vida de mães portuguesas que tentam conciliar a maternidade com uma profissão e desafios pessoais.

Ties - you remain responsible, forever, for what you have tamed




 



Estas últimas imagens são um pouco da vida de Pureza Mello Breyner, estilista de vestidos de noiva e de festa, cujo trabalho eu admiro muito, cria vestidos maravilhosos que podem ser vistos melhor aqui.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...