INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Adoro

Papel de parede. Na parede dos outros. Nas minhas tenho medo que não resulte, que canse, que depois não bata certo com outra mudança, que envelheça mal. Numa parede minha nunca me atrevi, mas gostava tanto!
Um dia, um dia.


 Para eternas medrosas e indecisas como eu, uma solução de compromisso ou encorajamento: painéis com papel de parede.







Adoro toile de jouy... em quantidades moderadas.

 Já este eu gostava em grandes quantidades. Para o quarto do meu Pedrito coelho.



Às vezes, mais do que o próprio papel, encanta-me a atmosfera instantânea que o papel de parede certo cria.  Nestes casos, romântica.


 Nestes casos, calma.




Se (quando, é quando!) eu me aventurar, acho que me lanço em padrões abstratos em tons azul claro, malva, pastéis. Para começar...

Certo é que um papel de parede cria imediatamente uma afirmação de estilo. Uma divisão com um papel de parede não se deixa enganar, foi decorada. Foi pensada. Não se limitou ao coordenar de objectos e móveis, houve uma ideia de decoração que se deu ao trabalho de colar desenhos na parede. Isso é de valor.

11 comentários:

raquel disse...

Eu também adoro papel de parede. Aliás, nós cá em casa adoramos. Mas ainda não conseguimos decorar uma paredecom um. Fartamo-nos de procurar, pesquisar, idolatrar alguns, mas depois com receio de cansar acabamos por nunca pôr em prática.
E tens alguns exemplos aqui tão bonitos. Tão ao meu gosto.

Ainda havemos de conseguir :)

MarianaS disse...

Estou contigo a 100%.
Concordo inteiramente e tenho exactamente o mesmo problema...

**SOFIA** disse...

eu gosto muito, e até teria coragem, falta-me é encontrar O papel. Força aí, sem medo!!

Nelita disse...

No meu quarto experimentei um com fundo branco e com uma linha azul clara que faz desenhos e voltinhas pelo fundo.

Foi para experimentar dai as suas caracteristicas simples e a cor muito leve.

Já o tenho lá à mais de meio ano, e continuo a sentir-me no castelo encantado quando lá entro.


Um Beijinho

Su disse...

O que posso escrever sobre isto... Adoro aplicar papel de parede nos projetos que vão surgindo, preenchem um espaço de vida, personalizam absurdamente um espaço... preparam a atmosfera para receber os restantes elementos.
ADORO. O resultado é sempre surpreendente e já está mais que decidido. Quando aos piolhos forem um pouco maiores será uma aposta a fazer cá em casa :)

Não tenhas medo. Vais ficar deliciada e viciada...

Beijinhos ML

Kiki disse...

Também adoro! Mania que peguei da minha mãe que passa a vida a pôr e a inventar! Aliás, esse quarto dos passarinhos parece o dela! O lustre, o papel, a cama... :)

Marta disse...

Também gosto muito.
Talvez um dia, quando elas crescerem e não correr o risco (literalmente) de estragarem.

Elix disse...

Podes crer, um papel de parede dá um toque único...

raquel disse...

Não podia estar mais de acordo. Cá em casa temos móveis brancos, com paredes brancas e não há coragem para colocar papel de parede, pois o medo de cansar (e... Pior... Estragar as paredes se nos cansarmos mesmo do papel) é grande!

sofia disse...

Lindos!

Www.levedar.com

Simplesmente Ana disse...

Nós também começámos reticentes e começámos, timidamente, no quarto da minha filha. Ficou lindo, um da Designer´s Guild. Depois passámos para o nosso quarto, mas muito discreto. Agora vamos pôr no quarto dos brinquedos fazer: com todas as cores do arco-íris, do mais indiscreto possível. Vamos lá ver se não nos arrependemos ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...