INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

domingo, 29 de setembro de 2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Miguel em K7 {Semana 36}

Na véspera de chegar às 37 semanas, ainda vou a tempo de lançar a 36. Tarde, mas ainda a tempo. assim anda tudo na minha vida...

Já se nota muito que estou a chegar ao fim da linha? Eu noto. Só estou bem sentada ou reclinada, deitada já é desconfortável ao início, para encontrar posição, e de pé... é o fim. Custa-me cada dia mais andar, sinto imensa pressão, doem as pernas, enfim, o normal. Mas tanta normalidade de fim de gravidez junta, moi, moi...


 E uma túnica gira que ainda me serve salva o dia YAY


Hoje foi dia de consulta e já temos evolução em relação à consulta da semana passada. Mais um dedo "franco", moleza, bebé baixo, ainda me dá uma ou duas semanas, tops.
Depois ela lembrou-me uns pontos do início do trabalho de parto: a ruptura das membranas, a natureza das contrações. E de repente, a ficha caiu. Vou ter um bebé daqui a nada! Vou passar por um parto daqui a nada! Fiquei num mini pânico porque no meio de tanta ocupação, ainda não tive tempo de me enervar com o parto iminente e eu tenho às vezes a péssima tendência de não ligar nenhuma a um determinado acontecimento e de repente, quando ele está em cima de mim, cai-me tudo e sofro tudo o que menosprezei antes. E dar-me uma dessas em pleno parto não convém!
Ainda sou capaz de fazer uma visita à Enf.Filomena, quem deu as aulas de preparação para o parto no tempo do Pedro, ajudou-me imenso a mentalizar-me para o trabalho de parto e a puxar como uma leoa, eu saía de lá valente e pronta para puxar! Agora que me deu este mini pânico, sinto-me um pouco desamparada na dimensão mentalização, preciso de fazer a revisão da matéria dada...
Planeio travar a fundo e parar a partir da próxima terça-feira, mas até lá corro o risco de puxar demasiado por mim nesta recta final, vou ter uma segunda e terça feiras tramadas... Na quarta eu posso quebrar, pronto!





Do Panda com ❤️


Agora é que não vamos ter sossego nesta casa!
Apenas espero que a obsessão mais que certa por esta nova edição do Panda e os Caricas esteja um pouco serenada quando o irmão nascer, porque já sei que nos próximos tempos o cd e DVD vão estar em alta rotação cá por casa... O Pedro adora os Caricas, adora cantar tudo e já vai sabendo acompanhar bem as músicas de todos os canais preferidos (ainda esta manhã. no insta das Maravilhas @maravilhasmaternidade lá está ele a cantar, um amor!).
Adoro vê-lo cantar...


O Panda (pela mão da Universal Music Group) tem reforçado  a coleção de DVD's do Pedro, 
com outros títulos como a Sónia e as Profissões, o Musical do Panda e a Xana TocToc. Obrigada!

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Regra três simples para as nabas da cozinha

Eu sou uma naba culinária confessa. Não sei cozinhar, nem tenho prazer em cozinhar. Eu cozinho para sobreviver e sempre que tenho quem cozinhe por mim, aproveito, porque de facto, eu é mais comer. E a minha comida a seguir as receitas como deve ser, ahhhhh... Não é má má, mas... Citando o Crocodile Dundee, You can live on it, but it tastes like shit. O que vale é que eu tenho uma relação muito frugal com a comida, gosto de tudo, sobretudo petiscar, mas não sou de todo gourmet.

Assim sendo, fui desenvolvendo uma técnica para me desenrascar na cozinha no dia a dia. Não sabendo nem tendo interesse em saber fazer muitos pratos, muitas vezes sirvo-me da seguinte equação:

Bimby ou panela + refogado + 3 ingredientes + uma base de 3 = refeição

Resulta sempre. Alterno entre carne e peixe e tanto pode ser: naco de vitela em cubos com espinafres picados com pimentos, como pode ser pescada com tomate com ervilhas. Ou peru com milho com ervilhas. Ou lulas com esparregado com cebola extra. Ou cogumelos bio com pesto com espinafres em folhas. Por exemplo! As combinações mais estrambólicas são possíveis! Tudo em cubos, tudo em refogado muitas vezes de tomate, tudo a mexer mexer até estar cozido. Eu pego no que tenho pelo frigorífico e congelador, sendo certo que tenho sempre por lá montes de verduras várias e junto o que me parece bem ou me apetece. 
Feita a mistura dos três ingredientes, escolho uma de três bases: batatas, arroz ou massa. A juntar à panela ou a fazer à parte, conforme resulte melhor. 

E pronto, jantar feito. Umas vezes melhor, outras piorzinho... Mas é sempre variado!

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE


Hoje, a Mum bossed me around

Um pedido da Magda é uma ordem, por isso, quase com espírito de missão pus-me a reflectir (longamente...) sobre a felicidade e o meu caminho para tentar chegar à minha. 
Para ler aqui, no sítio que é referência e uma visita obrigatória.

Obrigada Magda, pelo teu blog, pelo desafio pessoal que me lançaste. Aguardo os próximos guest posts com expectativa!

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Resistências

Mais um tijolo na construção desta recta final ao encontro do baby Miguel... 
A minha aliança Ainda resiste, mas não por muito tempo. Daqui a nada estará mais próxima do coração, num fio, de onde já não deve sair pelo menos até nascer o meu mais novo. Mas por enquanto ainda resiste, ou seja, não oferece demasiada resistência!


Engraçado, que este é mais um sinal de que, apesar de tudo, estou em melhor forma nesta gravidez que na anterior: apenas agora começo verdadeiramente a aumentar a sério, a inchar, ao passo que com o Pedro foi mais cedo, sem dúvida... 

E uma pequena curiosidade, não sei se acontece apenas a mim: a minha aliança fez um calo na palma da minha mão, mesmo abaixo de si. É o único calo que tenho e adoro-o, o meu calo do casamento, como que simboliza as durezas, as fricções, mas simultaneamente as constâncias e perseveranças do casamento. Ele que fique. 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Afinal o Outono começou hoje




In: A Rosa Esquerda, 1991 - António Ramos Rosa 

Na luta

Contra a Big H, conto com sementes de linhaça toscamente trituradas:


Tem tudo de bom E luta contra o aparecimento da Big H. Fica bem longe, bem longe! No tempo do Pedro venceu a guerra com uma perna atrás das costas e desta vez está bravamente em luta, sem falhas. Umas boas colheres nos cereais do pequeno-almoço, ou na sopa, ou no iogurte, vale tudo. Também o farelo de trigo luta, e luta melhor que ninguém, mas as sementes de linhaça são umas super sementes, vale MUITO a pena.

sábado, 21 de setembro de 2013

Pequenos prazeres

O que se faz à vida quando deixamos o filhote a dormir em casa dos avós? Rendemo-nos aos pequenos prazeres que noutra vida não estimávamos devidamente... Mas que agora sabem a mel...

Acorda-se sem "despertador" e toma-se um pequeno-almoço tardio e demorado...

Está-se na praia à uma da tarde...

Não se almoça, petisca-se, tarde, descansadamente e sem interrupções ou investidas sobre a nossa comida, bebida e até gelo ou limão...

Lê-se o jornal até o fim...

Mas como a lei da compensação não falha nem tarda...

... Remata-se a tarde com uma festinha de anos! OBA OBA! Tantos meninos, todos juntos e ao mesmo tempo, que boooooom!

E esses também são momentos Limetree

Este último dia de Verão brindou-nos com um tempo fantástico e um pôr-do-sol incrível! Os tons do céu eram magníficos e estava um calorzinho pouco habitual mas já temperado pelo fim de Setembro... Lindo.
Espero que o primeiro dia do Outono nos brinde com um (último?) dia de praia genial.

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE


quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Inconfessáveis

Sendo certo que há crianças difíceis, com temperamentos complicados, com problemas de saúde ou familiares, a verdade é que o problema da esmagadora maioria das "criancinhas" não são as próprias "criancinhas", mas sim os seus paizinhos.
As criancinhas, aqueles putos ranhosos, manientos, birrentos, chatos, estraga-prazeres, são o maior bode expiatório à face da terra. Porque como qualquer bom bode expiatório, escondem na perfeição os verdadeiros culpados, que são paizinhos manhosos ou preguiçosos ou fracos ou mal educados ou histéricos ou brutos ou um pouco de tudo junto. O fruto não cai longe da árvore.

E o meu puto está a sair dos terrible two para entrar em grande nos terrible three. Wohoo!
Ele não é um santo, de birras percebe ele e ainda assim, não é uma "criancinha", que nós damos-lhe no toutiço como sargentos da recruta. Todo o santo tempo temos de estar atentos, às vezes não temos descanso...

Quando é que acabam os anos terrible? Quando ele entrar no armário?

Hoje


Publicação de Ties.

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Admirável mundo novo

 A dúvida era entre estes



e estes


Eu sei... quase iguais, mas daí a minha dúvida!
Porque se era certo que tinham de ser tortoise (doida por tortoise há muito tempo) e que era seguro serem Ray-Ban (sempre um clássico), não tinha a certeza sobre qual dos dois ficaria melhor. E a decisão era de suprema importância! Sendo míope, preciso sempre de lentes, mas usando sem problemas lentes de contacto, os óculos teriam de durar ainda mais e muitos e muitos anos, até ser bem velhinha e começar a ficar com a vista cansada... Ou seja, até daqui a uns cinco, sete anos tops.   
O oculista não tinha nenhum dos dois, toca a pedir o envio para experimentar. Isto, em Maio. E os óculos actuais e desintegrarem-se.
Passaram semanas, e nada. Que estavam para vir. E as lentes dos velhos a começarem a descascar (!!!)
Mais semanas e telefonemas e "assim que tivermos novidades telefonamos-lhe, não se preocupe..." Pois sim.
Mais semanas e vieram o Verão e as férias, quem quer saber de óculos graduados, quando urgente é usar óculos de sol? Nada dos meus...
Quando acabou a silly season, eu passei-me, mas onde raio andavam os óculos, como era possível? Ou eu deixava reclamação no oculista, ou queixavam-se eles ao distribuidor, mas alguma coisa tinha de ser feita, era inadmissível mais de três meses à espera de duas armações!
E finalmente aquela gente se mexeu e foi saber do paradeiro das lunetes. E descobriram que o meus óculos tinham sido enviados para outra loja da rede,  a qual, não só não procurou saber de onde lhe teriam aparecido os óculos, como alegremente tratou de os vender, e num instante se foram - pudera, são giros e básicos, como é que não voariam logo?
Resultado: nova encomenda e numa semana cá estavam eles. TRÊS MESES DEPOIS, AFINAL NUMA SEMANA CHEGARAM. Portugal é um espetáculo.

Enfim. Cá estavam. E a dúvida mantinha-se.
Os de cima tinham um tortoise mais giro, mais contrastante, tinham um design mais clássico, um tamanho maior e ficavam bem arejados no meu rosto, assentavam como uma luva.
Os de baixo tinham um design mais interessante, um ligeiro toque retro, um arrebitar final que favorecia um olhar mais feminino, um tortoise mais denso, com efeito madrepérola por dentro e assentavam como uma luva.
Qual escolho, qual não escolho, a dúvida, a terrível escolha!
Lá me decidi... a escolha, no Instagram das Maravilhas @maravilhasmaternidade

Ah! O mais importante, o que dá o título a este post! Admirável mundo novo este, em que vejo claramente, sem o descascar das lentes, que estava cada vez maior e mais insuportável...

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Perfect storm

Eu, com 35 semanas de esperanças.
O P., com 39 graus de febre. 
A agenda, com duas reuniões marcadas. 

Resultado: vêm os avós recambiados para render-me da manhã e tomarem conta do neto à tarde enquanto eu despacho as reuniões, que mais vale despachá-las enquanto é tempo do que adiar... Não me posso dar ao luxo de mexer na agenda, o tempo urge!

No meio disto tudo, será que é amanhã que as minhas costas crackam de vez? Aceitam-se apostas...

Enquanto crackam e não, ainda tenho de arrumar pilhas de coisas desarrumadas pela casa, que tenho tudo em pantanas e vêm cá os avós passar a tarde...

E! Para ajudar à festa, menino Pedro, do alto dos seus quase três anos, agora deu em nunca mais adormecer, deita-se tarde e adormece ainda mais tarde, inventa mil e uma desculpas, canta, quer a luz acesa, quer fazer chichi, cocó, escovar dentes, dar banho ao cão, o diabo, vale tudo para não dormir, oh cristo...



Perfect storm, é o que eu digo!

Prendas domésticas

Gente gira, eu sei que sou uma naba doméstica, mas fica a dica: aproveitar a época dos tomates (right now!) para congelar muitos tomates coração de boi - os maiores, mais feios, mais vermelhos e mais saborosos de todos os tomates à face da terra - e usá-los nos refogados. Assim, inteiros, basta congelar e já está!
Para cozinhá-los, a pele sai com uma simples passagem de água sobre o tomate congelado e é só mandá-lo para a panela! 
Próximo passo para ser doméstica graduada: tirar os talos aos dito cujos antes de os congelar... Pormenores...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

RevitaLift Laser X3 da L'Orál - Sérum e creme para o contorno de olhos


Mesmo mesmo no final de Julho a L'Oréal ofereceu-me o kit completo para completar a experiência Revitalift que já tinha começado uns meses antes.
Adorei o creme (podem comprovar aqui), e só por isso já o sérum e o creme para contorno de olhos prometiam. Apesar de ser suposto ter apostado nestas semanas de Verão apenas em protectores solares e hidratantes reparadores pós solar, na verdade não resisti a experimentar desde logo estes cremes de tratamento peso pesado, mais adequados aos meses de Outono e Inverno, os de tratamento e renovação.
 E as minhas expectativas não saíram defraudadas!
Estou apaixonada pelo sérum, fiquei super fã! A textura é muito leve e nada gordurosa, mesmo porque o seu fim é o de diminuir os poros e refinar o grão da pele, não hidratar. Por isso, é óptimo para usar em conjugação com o hidratante porque não pesa nem se torna em mais uma camada hidratante, mas antes uma espécie de primer muito ligeiro. Como o sérum tem micro mini nano partículas reflectoras, tento não usar o sérum em dias em que venha a estar mais exposta ao sol, pois temo sempre uma espécie de efeito lupa das partículas de brilho sobre a pele, por muito micro que sejam, e as deste sérum são imperceptíveis depois de aplicado, apenas noto quando tenho o sérum no dedo. Qual aura de grávida resplandecente, o meu glow vem do sérum!!
É óptimo para dar um bom ar em conjugação com o creme hidratante da linha ou qualquer outro e fica óptimo em conjugação com maquilhagem, 20 valores!

O creme de contorno de olhos também tem uma textura maravilhosa, é mais untuosa porque pretende em primeira linha hidratar, mas não é gordurosa e é rapidamente absorvida. Tem um aplicador metálico que é suposto espalhar melhor o produto e dar um efeito frio, mas sinceramente, para o dia-a-dia corrido, não tenho tempo, sorry... espalho em toques com os dedos e já está bom!
Como eu sou muito fiel ao meu contorno de olhos da Nuxe, tenho alternado entre um e outro, sendo as texturas semelhantes, a experiência é igualmente boa.

Conclusão: esta linha, quer conjugada entre si, quer separadamente, não desilude, pelo contrário é óptima, com uma fantástica relação qualidade/preço!

(Os produtos foram oferecidos pela marca, 
mas a opinião exposta neste post é pessoal e imparcial) 

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

domingo, 15 de setembro de 2013

Miguel em K7 {Semana 35}

Semana 35 que começa... daqui a uma semana estaremos nas 36 e dizem que a partir daí, vale tudo, já pode nascer que já entra no ponto! O Pedro nasceu às 38 semanas, pelo que não conto com muito mais tempo.
Na verdade, eu sinto que estou mesmo a entrar na recta final. Se tenho um dia mais stressante ou cansativo fico com mais contrações, mais dores, mais desconforto, mas daquele a sério, daquele que me diz, "não te mexas muito, nem penses nisso" A partir desta semana, vou abrandar o ritmo físico, sair o menos possível de casa, não andar para cá e para lá só porque é costume. A ordem é abrandar as pernas, passo seguinte (vamos ver quando): abrandar a cabeça!


É que a brincar a brincar, diz que Baby Miguel vai nos 2,5Kg e isso nota-se, daqui a nada as ameaças passam a factos e a as  minhas costas, kaput!


sábado, 14 de setembro de 2013

O presente do maninho

O que estará dentro deste embrulho?


Está o presente que o maninho do Pedro vai trazer-lhe de Paris! Felizmente por lá há uma livraria chamada Gigões e Anantes que lhe vendeu um livrinho para oferecer ao mano velho. 
Felizmente essa livraria não fica em Paris, mas sim no centro de Aveiro! Vale a pena a visita, tem livros maravilhosos, é uma tentação só! Temos de resistir a não trazer a livraria toda, os títulos são dos mais apelativos e as historias uma delícia, das mais conhecidas às mais vanguardistas, uma viagem!



E qual foi afinal o livro que o Miguel comprou? 


Tinha de ser - Coração de Mãe, da Planeta Tangerina- um clássico na nossa Familia - já a minha irmã e cunhada fizeram o mesmo e agora é a minha vez, exactamente na mesma ocasião. 
Um livro lindo, comovente, envolvente e muito verdadeiro. 


Espero que o Pedro goste...

Além do maninho trazer um presente ao mano grande, gostei imenso da sugestão de uma leitora: levar um porta-retratos com uma fotografia do mais velho para ter na maternidade e mostrar-lha quando ele nos visitar, para que ele veja que mesmo ausente, está presente, que ele está sempre lá e que faz parte. O Pedro adora ver-se em fotografias e e reconhecer a si a e aos outros, acho que pode ser já uma boa ideia para a idade dele.
Além disso, temos estado a ver fotos do Pedro recém-nascido e a fazer a comparação com ele agora, e com o mano que vai ser igual àquele Pedro da fotografia. Ele adora!


AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Prioridades

Hoje é a VFNO - o Instagram está em polvorosa!!, no próximo finde será um encontro super giro da Limetree e ainda o Conversas com Pais na Rede. No dia 6, o Mercadito da Carlota no Porto (onde vai estar, mais uma vez, o Carrossel).
E eu, eu fico a ver estes navios a passar, porque ter o rei na barriga pode dar-me prioridade na fila, mas não me dá corda aos sapatos!
Todos estes eventos a não perder, aproveite quem possa!



Fotografia: Dreamaker

Conversas com Pais na Rede

Tive o imenso prazer de participar na primeira edição e teria um prazer enorme em ouvir o que estas mães na rede têm para partilhar. Assim como em participar em qualquer das outras actividades que a Red Apple está a alinhavar com dedicação. Tenho a certeza que o evento será um sucesso, a não perder, em Lisboa, dia 21 de Setembro!


quarta-feira, 11 de setembro de 2013

{10 on 10} Setembro

Mais uma vez, fiquei aquém...
Aqui ficam as quatro míseras imagens de ontem, e nem postadas todas ontem foram, mas ao menos foram tiradas todas ontem, vá lá...





1 - A minha carteira favorita para o Verão, usada apenas agora, no fim...
2 - Mais um desgosto na paisagem urbana da minha cidade, respira fundo!
3 - Print
4 - A melhor parte do dói-dói, o pensinho dos carros. Mas dói dói que é bom, mal se vê!


Curtas do Pedro

No carro:

Pedro - São casas muito graaaandes!
Moi meme - É uma escola Pedro, uma escola muito grande. Uma escola para os crescidos!
- Sim, uma escola graaande para os crescidos!
- Sabes como se chama? É uma U...
- ...
- Uni...
- Córnio!


Santa inocência!
Sim, querido, é um mundo de cores e magia, onde cada dia é uma aventura entre o bem e o mal...

O efeito mano

Não sei se tudo estará ligado, mas pelo menos alguns dos comportamentos últimos do Pedro estarão de certeza.

Ele anda super competitivo, está sempre em prova! Ele quer ganhar a comer os cereais, a chegar ao carro, a jogar à bola, a correr, a comer. E se lhe parecer que vão à sua frente fica frustradíssimo, choraminga, diz que os outros não podem ganhar, que ele é quem ganha. E não sei onde ele foi buscar tanto espírito competitivo, a nós não foi, que nunca andámos à compita com ele...

Por outro lado, e talvez relacionado, tudo é comparável entre os crescidos e os bebés. Está constantemente a dizer que os bebés fazem isto e não fazem aquilo e que isto ou aquilo é só para os crescidos. Sempre por oposição. Sendo que ele é O mais crescido de todos, até mais que o pai e a mãe! Neste comportamente talvez já tenhamos um envolvimento maior, porque eu estou sempre a dizer-lhe o quanto os bebés são frágeis e pequeninos, e que precisam da nossa atenção e cuidado, para o preparar para o que aí vem. Bem, a cassete entrou, não há dúvidas, até demais!

Este segundo comportamento só pode ser por causa do irmão, o primeiro será ou não...



E por falar em comportamentos e maninhos, no seguimento deste post, uma coisa que não ficou referida e que eu acho super importante para a boa aceitação do maninho pelo Pedro: o facto de ele (já) ter a rotina da noite (quase) toda por conta do pai. O pai sempre lhe deu banho e participou na rotina da noite do Pedro, mas realmente, de há uns meses para cá, é ao pai que cabe, em primeira linha, dar banho, supervisionar o jantar enquanto não nos sentamos todos, cowboyada final de casa-de-banho e cama. Eu ando nessa altura a tratar da produção executiva, dos bastidores (escolha da roupa para o dia seguinte, toalhas, pijama, jantar, brinquedos, essas coisas), e ajudo o pai, dou beijinhos e tal, mas a tarefa principal é dele. Acho que isso vai fazer a sua diferença quando eu tiver de "desaparecer" com o maninho e não puder estar presente ou tão presente na rotina de noite, porque nada vai ser alterado aos olhos do Pedro, que seja perceptível por ele. Já era o pai quem dava banho, quem mandava comer a sopa, quem levava a fazer chichi, quem deitava, nesse aspecto nada mudará. A mudança certamente será atenuada. Haverá SEMPRE uma revolução, nada será como dantes, mas ao menos o comandante da rotina mantém-se o mesmo e fico contente que já assim seja meses antes de sequer o Baby Miguel nascer. 


AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

terça-feira, 10 de setembro de 2013

O papa sílabas

Hitototamo ou hiopótamo
Levan-te!
Mongarinho
Aucolante
Andar gavarinho



Eu vou chorar ao lembrar os tempos em que ele dizia as palavras assim, é a coisa mais estrafegante deste mundo!E eu tenho de anotar para não esquecer e tenho de o anotar rapidamente porque senão falta-me a memória e a oportunidade de guardar para sempre estes tesourinhos...

Estes são momentos Limetree

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Inspiração sessão Mãe & Recém-nascido

Além das fotografias do bebé sozinho, sem grandes artifícios, sem props, têm-me fascinado sessões de fotografia de ligação entre a mãe e o filho.Acho lindo ver essa sintonia, essa simbiose, esse amor todo de contacto feito...

Uma inspiração





E uma ideia super hiper gira - exactamente a mesma posição, exactamente a mesma roupa, tudo tudo igual, um ano depois.

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

A festa do Pedro

A menos de um mês do terceiro aniversário do Pedro ponho-me a pensar na festa que eu não vou organizar para ele... Tenho muita pena, porque deu-me um gozo tremendo tratar dos pormenores das outras festas, muito homemade e familiares, com muita alegria de todos e um Pedro feliz, feliz!

 Há um ano atrás... ainda tão pequenino, que diferença!

Mas este ano, em vez de tratar dos preparativos da festa dele, estou antes a tratar da finalização de todo um novo aniversariante da família! Por isso, nem me vou martirizar a pensar muito nisso, porque o mais certo é o Baby Miguel ter acabado de nascer ou estar mesmo para nascer no dia do mano velho. Desde que não nasçam no mesmo dia, isso é que eu não queria, cada um com o seu dia! Não me importo nada que sejam dias próximos, até será muito vantajoso no futuro, mas no mesmo dia, não!

Faço questão que o Pedro leve um bolinho lindo para o colégio (mas básico, que o colégio não permite extravagâncias e ingredientes marados, e acho muito bem!) e que passe um dia em cheio, ainda que longe de mim. Já que ele faz anos numa segunda-feira, é para festejar em grande no colégio. Mas mais do que isso, será difícil, eu pelo menos, não vou poder pôr as mãos na massa...

De qualquer forma, para quem está a braços com a organização da festa dos filhos, e diz-se sempre que Setembro/Outubro é um mês em que tooooda a gente faz anos, ali em cima, na barra horizontal, mesmo por baixo do header do blog, está compiladinho tudo o que tenho reunido para fazer das festas em família, organizadas e feitas pela própria mãe, um sucesso!

E mais ideias no Pinterest das Maravilhas, especial festas.

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

domingo, 8 de setembro de 2013

Curtas do Pedro

Jerónimo de Sousa em discurso: blá blá blá saltar no lume!
Pedro: saltar no legume? Essa brincadeira não é para brincar!

A cómoda do baby Miguel

Já ia atrasada para a organização da cómoda do baby Miguel... Mas finalmente cheguei lá e estou submersa em mini mangas e azul bebé! Então vamos lá compilar umas ideias sobre o assunto.
Talvez seja por serem rapazes, mas não me faz falta um guarda-fatos, uma cómoda para cada um dos meus meninos chega. Os fofos e cueiros são mais díficeis de manter dobradinhos, mas é só, não vale um móvel inteiro...
O meu modus operandi foi o seguinte:


Primeiro: ver o que eu quero e não quero usar, de roupa minha ou emprestada. Ir juntando tudo e separando. Com tantas peças acumuladas, já posso fazer uma triagem entre o que realmente gosto ou preciso ou já não está em condições. E eu geralmente quero tudo, sou uma baby hoarder!

Segundo: ver o que tem de ir a corar e o que vai apenas a lavar. Os velhinhos sabões clarim ou azul e branco resultam muito bem nas manchas que resolvem aparecer meses depois de supostamente terem desaparecido, as sacaninhas! Para lavagem normal, um detergente especialmente suave para roupa de bebés será o ideal. Tudo no supermercado, no sweat.
Terceiro: Separar a roupa por meses/idade e apenas guardar na cómoda ou gavetas principais o que for do tamanho actual. Há marcas que vestem pequeno (a Laranjinha, ou a Knot, por exemplo), pelo que um tamanho 3 meses pode transitar para 1 mês e vice-versa. Às vezes pode ser melhor comparar as peças e ver se o tamanho real é o mesmo ou não.


Quarto: Separar a roupa. Com as gavetas de cómoda que eu tenho, acabei por fazer a seguinte divisão:
Numa gaveta, roupa de dentro (bodys de manga curta, bodys de manga comprida, calcinhas interiores, bodys com gola), noutra, babygrows e cueiros, noutra, casaquinhos e roupa de fora ou sair.

Quinto: fazer nova contagem de peças e comprar ou orientar o que ainda falta para compor o ramalhete.

Quanto a quantidades: eu tento ter pelo menos 10 de cada peça de roupa interior. Às vezes pode ser preciso mais, às vezes menos, muitas vezes essa necessidade pode simplesmente depender da regularidade de lavagens que se faça ou de o bebé ser especialmente "extravazante", por cima e por baixo! Quanto à exterior, acho que as quantidades estão directamente dependentes da nossa resistência à tentação. E a tentação é GRANDE! Eu tenho imensa roupinha de fora, mais do que me permito contar ou do que ele vai usar... O que vale é que tenho muitas peças lindas emprestadas, o que me faz recuar um pouco na sangria. Acabo por ter mais pena de não lhe vestir as peças do que de não as comprar, por isso lá vou resistindo. Além disso,maravilha de ter rapazes, não há uma tremenda escolha para nos tentarmos, a dor não é muita... Mas no fim, quem resiste?
Não vejo a hora de ver o meu baby Miguel nestes fatinhos...

Por fim, sem querer entrar no departamento atoalhados e roupa de cama (o que, btw, é um óptimo presente para oferecer a recém pais - em vez de mais um babygrow, mais um conjunto de lençóis pode ser bastante útil...), eu sou super fã destas toalhinhas turcas que se pode encontrar na Zara Home. São super amorosas, pequeninas e óptimas para fugir às eternas fraldas de pano ou complementar o babete. Gosto sempre de as ter à mão!

Aqui podem ver outro post com o que eu já aprendi sobre roupinha para recém nascidos.

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...