INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Passear em segurança

O Pedro já tem mais de um ano (ena ena), mas ainda anda de carro na coque. Ainda vai confortável, mas já está quase no ponto de rebentação. Mais dia menos dia vai mesmo ter de mudar de cadeirinha. Mas essa mudança está a dar-me uma carga de trabalhos, pois feita casmurra, insisto em pesquisar, procurar, faruscar o tipo de cadeirinha que eu quero comprar para ele, contrariando 99% do que se encontra à venda por cá, porque quero muito que ele continue a viajar de costas para o sentido de marcha. A cabeçona grande dele (ele tem mesmo uma cabeça grande, o meu adorável gigantone) ainda pesa muito e ele ainda não tem os músculos do pescoço suficientemente fortes para aguentar uma travagem mais brusca ou mesmo um toque (bate na madeira).
A pediatra recomenda veementemente (esbugalhadamente, eu diria melhor) essa posição até os três/quatro anos de idade, e cada vez mais estudos dizem o mesmo, mas parece-me ser muito difícil encontrar uma cadeirinha assim numa loja normal. A maior parte das meninas que atendem nessas lojas nunca sequer ouviram falar em cadeirinhas até os 18 quilos ou mais no sentido contrário à marcha, que isso não existe, que não se usa. A minha alminha revira os olhos e viro-me para a net.
Encontrei este site sobre a importância do rear facing e também  este site sueco especializado em cadeirinhas para carro com orientação em sentido contrário. Os preços são mais altos que o habitual, cerca de 100€ mais. Não me parece estupidamente mais, pelo menos para o que acautelam. No site da Volvo (sueca também, estes suecos ainda são mais obsessivos do que eu...) também é recomendado uma cadeirinha das que eu quero, com vídeo e tudo, mas ainda não sei preço.
Aguardamos as cenas dos próximos capítulos... Até lá, Pedro continua de costas voltadas para o mundo, mas bem disposto!

17 comentários:

Anônimo disse...

e esta? http://www.bebeconfort.com/pt-pt/produtos/cadeirasauto/grupo-1/opal.aspx

A minha irmã usa para o meu sobrinho e está satifeita :-)

espero ajudar
aap

Aline disse...

Penso que na Chicco há uma cadeira dessas e as da Roomer também são assim. Eu também pensava como tu e queria uma cadeira dessas, mas o Martim é muito grande e os pés não encaixariam no banco se a cadeira fosse ao contrário.

Moka disse...

Nós somos das poucas pessoas que conheço que andavam com o bebé com ao contrário (tal como no ovo) no carro... mas acho fundamental e ena altura também foi recomendação da pediatra.
Tínhamos uma cadeira da Romer que nos ofereceram no baptizado que trocámos por uma da Bebé Confort porque a da Romer não dava para andar ao contrário. Acho que todo o tempo que se gasta nestas pesquisas é um investimento!

Kiki disse...

Pois... É um grande dilema... A APSI recomenda que as crianças viajem de costas até aos 3 anos! Nas cadeiras diz que a partir dos 10kgs já podem ir de frente... O Vicente tem 10kgs agora com 1 ano! :S
Seguiu viagem de costas até à semana passada! Porquê? Porque as pernas dele já não cabiam e ia com as pernas dobradas contra as costas do banco do carro... Olha.. Nem sei que diga, nem sei que faça... Vou espreitar esses sites que recomendas! :)
beijinho e boa semana!

Maria de Lurdes disse...

aap,
Muito obrigada pela dica, já tenho esta cadeirinha debaixo de olho. É uma cadeira reclinável e versátil, principalmente se se tornar difícil mantê-lo calmo virado de costas quando for mais crescido, mas tenho a sensação que a posição de costas vai apenas até os 13 kg no máximo e eu procuro mais tempo...

Obrigada pelos vossos comentários, são uma ajuda preciosa!

Anônimo disse...

A Opal virada para trás é só até aos 13kg. Tb vimos essa. A britax e a besafe têm revendedores no Porto e acho que são as melhores para quem quer mantê-los rear-facing. Tb pesquisei e pesquisei e pesquisei. Como disse, comprei na Volvo.

Marta G. disse...

Eu tenho a Concord Ultimax - Grupo 0+/1. Estou muito satisfeita com a escolha.
Acho muito sensato essa tua preocupação, porque a maioria dos pais com que falo dizem logo: Ai coitadinho, com as pernas dobradas!!
(sem perceberem que isso não os magoa, senao queixavam-se)
Como diz a Pediatra do meu:
- Antes pernas dobradas, e em caso de embate uma perna fraturada, do que a coluna partida, quando estão voltados para a frente!
:(

Boas escolhas!

Flor de Lótus disse...

Recomendo que dê uma vista de olhos neste tópico: http://foruns.pinkblue.com/showthread.php?114696-Cadeiras-auto-que-andem-no-sentido-inverso-ao-da-marcha

E pesquise sobre a marca Britax, que tem as cadeiras Multitech, TowWay e Hi-Way, a última que permite que a criança anda no sentido inverso ao da marcha até aos 25kg.

:)

Anônimo disse...

Olá.
Não costumo escrever no teu blog mas leio sempre as aventuras e desventuras do pequeno pedro. Também sou do porto e o meu piolho tem agora 8 meses. Já foste à baby details? Nós vamos lá um destes dias porque queremos o mesmo porque a nossa cria já ultrapassou os 10Kg e também tem cabeçona XL(e sim a crianças devem andar viradas para trás até aos 3/4 anos, há normas de orientaçao clínica em Portugal sobre isso!) Acho que há uma da concord (Transformer T? ou qq coisa assim) e no corteinglês disseram-me que tinham uma com essas características da Babysafe (não conheço a marca...). Eu cá não vou à bola com a Bebeconfort, não sei porquê... Boa sorte na escolha. O que decidires informa a malta que estamos à espera de novidades. Beijo.

gata almiscarada

Mary of Cold disse...

Comprei a minha na volvo, é exactamente igual à Britax Multitech mas com o símbolo da volvo (são todos suecos, daí a parceria). Custou 265€ e nunca me arrependo por nenhum cêntimo que dê em prol da segurança do meu filho.
Ele nunca se queixou por ir de costas, a cadeira é muito confortável. Se estiver rabugento tanto chora virado para a frente como virado para trás. :)
Pesquisei muito na altura em que comprei a cadeira e entristeceu-me a falta de informação dos profissionais que vendem cadeiras para automóveis (chegaram a dizer-me que cadeiras que permitem levar as crianças voltadas para trás até aos 4 anos não existem!). Também percebi, através da APSI, que apenas a Britax e a BeSafe (acho eu) vendem cadeiras nestes moldes em Portugal. Tudo o resto é para Inglês ver...

Anônimo disse...

Olá!
Também não costumo fazer comentários mas sou leitora assídua e ando com o mesmo problema. O meu bebé tem 9 meses e também ainda anda no ovo. Também ando em pesquisas para encontrar uma cadeirinha do grupo 1/2/3 virada para trás, mas não está fácil.
Também sou de Aveiro e no outro dia fui, por acaso, à Pré Natal ver que oferta tinham e a menina de lá também nunca tinha ouvido falaar de tal coisa... cadeirinhas viradas para trás até aos 25/36 Kg... enfim...
Mas tinha lá uma cadeirinha da Cybex, que veio recomendada pela Proteste mas é virada para a frente.
Estou teimosamente interessada em conseguir uma virada para´trás.

Se eu conseguir encontrar uma primeiro avisarei. Caso a encontre primeiro, por favor, faça um post no blogue para outras mamãs tão preocupadas como a Maria de Lurdes! :)
Obrigada,

Raquel Teixeira

Maria de Lurdes disse...

Mais uma vez obrigada pelos comentários, sugestões e interesse, é bom saber que não estou sozinha nesta luta e que cada vez mais se introduz a questão em POrtugal, mesmo que seja a ferros.
Vou voltar a postar sobre isto, mas posso desde já dizer-vos que estou inclinada para a marca Britax, mesmo porque é a marca do carrinho de passeio e da coque e estou satisfeita com ela. Sei que os modelos vendidos pela Volvo são Britax e que os preços não fogem aos recomendados, mas ainda não consegui contactar directamente.
O modelo que mais me seduz por enquanto é o Twoway da Britax, é maneirinho, permite ir de costas e de frente, fácil de montar, leve e adaptável a vários modelos de automóvel e a criança pode ir de costas até os 5 anos+. Não sei se o Pedro aguenta tanto tempo, mas é bom ter essa opção.
A verdade é que acho que se o miúdo não for habituado a andar virado para a frente não vai ter grandes motivos para chatear-se por continuar de costas. Além disso a visão dele ou acesso não fica dificultado por ir de costas, porque vai mais próximo das minhas próprias costas e cruzado com o condutor, seja eu ou o pai.
Mas mais importante que tudo, do que li, não há registo de pernas partidas por colisão em uso de cadeirinhas que vão de costas, já o mesmo não se pode dizer infelizmente relativamente a pescoços partidos em uso de cadeirinhas viradas para a frente. Ainda assim, se me acontecesse a infelicidade de uma tragédia dessas (nem quero pensar, que horror), preferia que o Pedro partisse as duas pernas a partir o pescoço.
É tramado, é muito tramado.

Brown Eyes disse...

Já ouvi mto boas recomendações acerca da cadeira da Volvo. Eu para a minha filhota acabei por ficar com uma das normais da Maxi Cosi, mas ela é uma bebé mto grande e desde cedo que tinha muita força no pescoço!

Filipa disse...

Olá!!

Apesar de ser leitora assídua, acho que este é o 1º comentário que faço no blog.

Estou de bebé, agora com 38semanas, e fui há tempos a um workshop onde estava uma representante da APSI. Falou neste tema, pelo que desde então que ficámos decididos que o nosso filho andaria virado para trás até aos 3/4 anos. Quando comento com amigos (alguns deixaram o ovo aos 6 ou 7 meses e circulam com os bebés no sentido da marcha), muitos ficam chocados com "pena" da criança que gosta tanto de ir viradinho para a frente a ver a estrada.
Pois, se nunca for habituado assim, penso que gostará igualmente de ir virado para trás. Porque, sem duvida que a segurança dos nossos bebés terá primasia sobre tudo o resto.
Vou acompanhando o post, para quando chegar à minha altura, vir reler as opiniões!

Um beijinho.

Filipa

Su disse...

Olha eu comprei, como já te tinha dito, a Opal da Bebéconfort e estou muito satisfeita. Ele continua e continuará voltado para trás... quer continuem a chatear-me com "o menino ia muito mais satisfeito a ver a paisagem de frente e preupeupeu..."
Eu disse que ele vai voltado para trás e mai nada.

- disse...

Olá. Tive exactamente o mesmo problema quando o meu filho chegou a essa idade e depois de muito pesquisar acabei por encomendar uma cadeira sueca, num site inglês,e que pode ir virada para trás até aos 25kg. O meu filho hoje tem 4 anos e ainda viaja de carro, sentado para trás. A cadeira ficou em 200 libras e é óptima. É uma Brio Zento. Comprámo-la aqui:

http://www.paulstride.co.uk/p0/car-seats/25684.htm

Paula disse...

Que interessante... parece que estás a descrever a nossa experiência com a pequena e as cadeiras. Também andou no ouvinho até depois de 1 aninho, também acho que ela tem uma cabecita grande e como sempre foi pequenita nem pensar em mudá-la para o sentido da marcha.

Nas lojas praticamente se riam na minha cara e diziam que essas cadeiras não existiam e se não tivesse pesquisado não tinha encontrado o Hakan e a resposta para todas as minhas dúvidas :)

Um pormenor bastante diferente e importante: o nosso pediatra, face às questões sobre como a transportar no carro de maneira mais segura, mandou-se seguir o que diz a lei! Mesmo com a apsi a fazer uma série de recomendações no outro sentido... enfim...

Ainda bem que todos encontrámos a solução... e espero que a informação seja mais e mais divulgada, Bons passeios :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...