INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

terça-feira, 24 de abril de 2012

Contradição?



Os filhos, quando desejados, são como a pescada, antes de o ser já o eram.

Por isso uma mulher torna-se mãe quando decide que o quer ser. Por ser uma decisão que vem do mais íntimo desejo, uma mulher pode ser a mesma mãe de um filho gerado ou adoptado. E vai amar com a mesma intensidade um filho que demorou anos a vir ou um que lhe chegou por acidente.

Por isso uma mulher pode não conceber praticar um aborto, mas aceitar que outra mulher o tenha de decidir fazer. Por isso uma mulher pode não desistir do filho moribundo e aceitar que outra mulher não tenha forças para educar uma criança saudável.

Porque uma mulher só é mãe quando o decide ser e um óvulo fecundado só é um filho quando é assim realizado. Independentemente das leis e da ciência, de todos serem seres humanos, com mais ou menos vida independente, entre mãe e filho, as coisas passam-se assim.
Acho eu.

12 comentários:

Maggie disse...

uiii este é um assunto tão dificil ... nem sei o que dizer!

Maggie

batata-frita-mãe disse...

É isso tudo!

Brown Eyes disse...

Sem qualquer dúvida!

Elix disse...

Nem mais... muito bem dito/escrito!
Eu também acho!

Princesa disse...

Não poderia ser mais de acordo.

Anônimo disse...

Concordo plenamente!
posso publicar no meu Facebook? com link pra aqui?
luísa

Kiki disse...

Grandes verdades escreveste aqui!

Eu seria incapaz de fazer um aborto, mas sei que há mães que não têm alternativa! Não aprovo... Mas não condeno. Acho que só quem calça aqueles sapatos sabe o quanto lhe doem os calos!

Mas sei o que é, apesar de ter filhos desejados e a quem amo mais que tudo na vida, às vezes perder as forças e ter vontade de desaparecer! Claro que no dia seguinte tudo passa! Mas somos seres humanos e é normal ter fraquezas de vez em quando!

E quanto aos meus, a primeira foi planeada e o segundo foi um descuido! Mas ambos foram desejados e recebidos com o mesmo amor e vontade de os trazer ao mundo! :)

beijo!

Maria de Lurdes disse...

:)

Luísa, no problem

MissBlueEyes disse...

Sou completamente contra o aborto. E uma pessoa que me diz que fez um aborto, só porque sim, então para mim fica tudo dito!

Agora em casos de malformações ou violação, estamos a falar de outra coisa.

Agora claro que se pode amar dois filhos que chegaram de maneiras diferentes. Alias, esse é um dos meus sonhos, adoptar assim 2 ou 3 filhos de coração. AMAVA!

Dina disse...

Concordo plenamente!

Sónia disse...

é um assunto tão complicado...

sof* disse...

está bem dito, sim senhora!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...