INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

A árvore da vida


Tu que passas e ergues para mim o teu braço
antes que me faças mal, olha-me bem.
Eu  sou o calor do teu lar nas noites frias de inverno
Eu sou a sombra amiga que tu encontras sob o sol de Agosto
E os meus frutos são a frescura apetitosa que te sacia a sede nos caminhos 
Eu sou a trave amiga da tua casa, a tábua da tua mesa
A cama em que descansas e o lenho do teu barco
Eu sou o cabo da tua enxada, a porta da tua morada
A madeira do teu berço e do teu próprio caixão
Eu sou o pão da bondade e a flor da beleza
Tu, que passas, olha-me bem e não me faças mal
 


 

7 comentários:

Sofia disse...

Olá ML, quando vi esse filme, andei a pensar nele dias a fio. Ainda penso. Bjs.

Jo disse...

Que fotos lindas!

Maria de Lurdes disse...

Obrigada Jo!

Sofia, é um filme difícil de ver e de digerir, mas deixa um efeito prolongado, realmente...

Beijinhos

Aline Rodrigues disse...

As fotos estão lindas!

Simplesmente Ana disse...

Fiquei maravilhada.

Anônimo disse...

Jesus... (em inglês)

O Homem Estupendo

Sónia disse...

Lindas todas elas :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...