INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Blogosfera II

Eu já tinha andado a pensar sobre este assunto que tanto tem andado a dar que falar, aqui:  http://maravilhasmaternidade.blogspot.pt/2012/03/blogosfera.html

Mantenho a minha posição, apenas tenho a acrescentar algumas observações:

Um pedófilo olha para uma foto do meu filho no meu blog,a correr pela rua vestido da cabeça aos pés e pensa "isto não me interessa para nada!"

Pateta alegre e inocente quem realmente acha que as fotos habitualmente postadas pelos baby ou mummy blogs são pasto para pedófilos, porque é sinal que nem lhes passa pela ideia o que pela net fora vai de material absolutamente MORTAL para a alma de quem vê e de quem o viveu, coisas horripilantes, absolutamente inacreditáveis e bestiais, inqualificáveis. Isso é o que esses predadores querem, não as imagens dos nossos filhos.

Infelizmente, a maldade destilada pela net fora não vem de predadores sexuais, vem destes bastiões da moral e dos bons costumes. Esses "alertadores" profissionais, uns "críticos", outros "preocupados", outros ainda "satíricos". Eles sim é que têm a maldade, a doença na cabeça. E para não me repetir, volto a remeter para o post acima...

O único problema da blogosfera e da exposição dos filhos são pessoas aparentemente "normais" que ficam tão retidos na vida daquelas pessoas a quem seguem, que sentem tanta inveja, ou admiração doentia, ou implicância, que levam as coisas a extremos verbais intoleráveis. Mas todos somos muito valentes debaixo da capa do anonimato, não é? Porque ao fim e ao cabo essas pessoas só são valentonas e fazem e acontecem quando estão sentadas à secretária. Se há um em mil suficientemente maluco para se levantar da secretária e agir, então é mais um caso do jornal O Crime, e podia acontecer a uma blogger, como podia acontecer ao vizinho de cima. Pode acontecer a qualquer pessoa.

Cabe ao bom senso de cada um escolher o que escolhe dizer, seja num blog, num café, ou ao colega de escritório. Cabe ao bom gosto e cuidado de cada um filtrar e editar as imagens que põe cá fora. Algumas imagens são bonitas, outras são feias, algumas são de mau gosto, outras são de mau gosto. Depende de quem vê e como vê.

8 comentários:

Simplesmente Ana disse...

Essa gentinha da moral e bons costumes...haja paciência. Admito que me faz impressão ler informações detalhadas em blogues (cada vez menos, é certo), como locais habituais que frequentam, fotos da paisagem que vêem de casa e coisas do género. Agora, fotos filtadas ou disfarçadas dos filhos...? Em que se nota que há o cuidado de não expor totalmente...? Tanto sururu por causa disso? Quer dizer: pode-se contar a vidinha detalhadamente das 8h às 23h, mas depois aparece uma foto e ai meu Deus?! Não percebo.

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

Clap Clap Clap

Teresa Martins disse...

E quem fala assim não é gago!

S* disse...

As pessoas adoram meter-se na vida e nas escolhas dos outros. Cada um escolhe o seu caminho e ninguém tem nada que se meter.

Mimi disse...

Não resisti a comentar porque agora falo com conhecimento de causa. Até agora não tinha filhos e não sabia como ia gerir/sentir esta questão. Optei por não expor fotografias da minha filha na net nem no blog (que neste momento é privado apenas porque o quero manter secreto e sem querer deixei que alguém próximo ficasse a saber da sua existência) nem no facebook. Tenho medo das pessoas doentes. Tenho mais medo das pessoas doentes do que dos criminosos. Porque não sei quando é que um desses maluquinhos (que andam nos outros blogues mas que um dia podem chegar ao meu) não se chega à minha cria com segundas intenções. Quero poder falar dela à vontade, sem ter que estar a pensar que se disser isto ou aquilo vou expo-la demasiado... Sem imagens, sem detalhes, (acho) que me sinto mais descansada e que daí não advêm problemas.

PS: estou à espera do desenvolvimento do post acerca do método para adormecer o Pedro no berço! =) A minha filha mal fez 1 mês tornou-se um castigo para dormir. Tenho resistido a pegar-lhe ao colo, mas as dúvidas são tantas e aquele choro, a ecoar-me nos tímpanos, desfaz-me o coração...

Byme disse...

Pois é exatamente por "gentinha" que ás vezes é melhor resguardarmo-nos!!

Miú Segunda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria João disse...

Parto do princípio que nenhuma dessas pessoas leve o filho ao parque infantil... Ou saia com ele à rua.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...