INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Agora ele está a chorar

E a chamar ora por mim, ora pelo pai, ora pede para saltar no colchão, ora pede um boneco, ora quer conversa, enfim, tudo serve para afugentar o sono e destabilizar-se... porque lhe falta a chupeta...

Desde ontem à noite.
Ontem à noite, quando cheámos a casa vindos dos avós, apareceu um gato que nos fez companhia até a porta de casa. Miava, queria comida, queria conversa, queria entrar connosco dentro de casa - atrevidote!!
O Pedro, que anda muito cioso das suas coisas e espaço, começou logo a barafustar: "Gatinho, esta é a minha casa! Tu não podes entrar!" Eu aguento?? Enfim, lá dissemos ao gatinho que tinha de ir para casa dele, que tinha de ir dormir, porque nós também íamos e lá fomos para casa.
Uma vez cá chegados, pânico: esquecemos a chupeta em casa dos meus pais! E agora?! Só tínhamos uma chupeta velha, mais nada, estávamos tramados!

Foi o gato.

O Gatinho levou a pêpê para os seus filhotes (o Pedro adora o conceito de "filhote", ainda émelhor que bebé...), que eram bebezinhos que precisavam mais que o Pedro e o Pedro era um menino bonzinho e ia dar a chupeta, não é?
O Pedro atónito, ficou tão chocado com o roubo do gato que nem conseguia chorar, só pedia a chupeta e desconsolava-se com o gato que levou a chupeta para os filhotes.
"Oh Gatinho?? Ode estááás? A minha pêpê..."
De cortar o coração. E nós mantivemos a cara mais deslavada e culpámos o gato que levou a chupeta e era assim a vida, fazia todo o sentido, pois claro. Nós até já vínhamos falando que o Pedro estava crescido e qualquer dia ia ter de dar a sua chupeta aos bebés mais pequeninos, mas nem nós imaginávamos que ia sobrar para um gato e os seus filhotes e que até ia correr bem.
Porque o Pedro lá se convenceu, e lá adormeceu, afinal na escolinha já dorme sem chupeta quase desde sempre, não seria nada de impossível.

E olhem, já se calou, já não preciso mais de interromper pela enésima vez a escrita deste post. Já adormeceu outra vez. Tadinho...

Será que conseguimos despachar a pêpê??


E amanhã!! Não percam de manhã o programa Praça da Alegria, vou lá estar com a outra mana Carrossel a falar com o João Baião e a Tânia Ribas de Oliveira sobre os nossos brinquedos, no âmbito da divulgação da edição do Porto do Mercadito da Carlota, onde vamos estar, já no próximo dia 21 de Abril! NÃO PERCAM!!

7 comentários:

Só sedas disse...

Muito oportuno, o gatinho, mas já estou a imaginar o Pedro a odiar todos os gatos da terra... até aos 30! E sem saber porque ahaha!

Só sedas disse...

Ah, e parabéns pela gravidez!

Princesa sem Reino disse...

A Francisca ainda tem 19 meses mas ultimamente está cada vez mais agarrada à pepé, que só usa ao fim do dia com sofreguidão. Temo que não vá ser muito simples. Boa sorte com a retirada da pepé! E para o programa. A Francisca adora o "pipiá" dela, a prenda certa de Natal!

Beijinho

Simplesmente Ana disse...

Aproveita a deixa. A minha, com três anos e meio, ainda a usa e nem quer ouvir falar sobre o assunto... Auntêntico vício e sempre limitei o uso da chucha.

Não posso ver a Praça da Alegria. Depois o vídeo aparece aqui no blog, certo?

Anônimo disse...

Estavas tão gira na TV, o JB estava a olhar embebecido para ti, achei o máximo. Muitos parabéns, e se puderes diz onde fica o showroom cá em Aveiro. Ana

AP disse...

Bingo! Lembro-me perfeitamente que a minha mãe se livrou assim de uma fralda de pano que eu exigia para morder e comer, perto dos 2 anos. "Passou aqui um cãozinho que queria a fralda para os filhotes e eu dei".
Lembro-me que aceitei a decisão e até me senti muito nobre por saber que a minha fralda estava com um cãozinho que, sem ela, não conseguia dormir.

Anônimo disse...

Tadinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...