INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

terça-feira, 2 de julho de 2013

É só a mim? Em busca da cabeleireira perdida

Fico numa enorme frustração quando oiço amigas dizerem que apenas confiam os seus cabeloa à Sicrana, que ninguém trata do seu cabelo como a Fulana, que confiam cegamente e são fiéis a uma única cabeleireira - ou cabeleireiro, que não há cá esquisitas! - que faz maravilhas pelos seus cabelos.

Pois, eu também gostaria imenso de ser assim fiel a um técnico capilar, mas não há maneira!

Talvez comece tudo no facto de eu não me dedicar muito a isso de ir ao cabeleireiro, e isso de se ser fiel, convém praticar para não perder o jeito. E eu não sou praticante da arte do convívio, da mise, do corte de dois milímetros, dos tratamentos de duas em duas semanas. Eu quero ir ao cabeleireiro o menos possível, porque não tenho tempo, nem pachorra para mais. E detesto, mas é que bufo!, quando me afligem com cremes e gotas e séruns que apenas vão acrescentar zeros na conta final. Assim ninguém se afeiçoa a mim, é o mal...

Mas a verdade é que nem pegar de estaca numa cadeira giratória eu consigo! Com sérum ou sem sérum! Ou eu não fico contente com o resultado logo à primeira- cortou de mais, cortou torto, cortou o que não devia, secou como não devia, abusou dos séruns banho-da-cobra - e não posso lá voltar mais; Ou, pior, corre tudo muito bem, fico super contente com o resultado, era mesmo aquilo, ai que estou tão contente!, e na vez seguinte, daí a uns bons pares de meses, já sai tudo ao lado... E rasga-se mais um cartão de fidelidade... E assim ando há décadas!
 Já corri todos os cabeleireiros de todas as terras, já fui, descolei e voltei a alguns cabeleireiros (é o ponto de situação actual), já tive imensa pena, já me pus a correr como se não houvesse amanhã. O pior é mesmo a modalidade primeira-vez-maravilhosa-segunda-vez-desanda, porque eu crio logo expectativas, fico descansadinha, penso que a minha busca incessante finalmente chegou ao fim... e afinal não. Balde de água fria.

Estou condenada a deambular por este mundo cruel, à procura de quem me afague o cabelo como ele  merece, que me faça cortes que assentem como um fascinator, que adivinhe o meu pensamento e leia claramaente por entre o nevoeiro da minha mente retorcida e cheia de inspirações contraditórias, enfim, que me deixe fiel  e satisfeita e temerosa de que aquela pessoa me falhe...
Encontrar um cabeleireiro a quem ser fiel é mais difícil que encontrar homem para casar, é o que vos digo!

12 comentários:

teardrop disse...

Eu sou fiel à maioria desse tipo de coisas: a esteticista (a minha Anokas), o spa (Float In) e cabeleireiro (Antony do Facto). Não acertei em todos à primeira, mas quando encontro, fico fidelizada :)
Beijinhos

ML-As Maravilhas da Maternidade disse...

Quem me dera!
Spa gosto de descobrir coisas novas, é com gosto que não sou fiel...

Eu era fiel À minha esteticista, mas entretanto fomos separadas pela geografia... e nisto das ceras não há namoros à distância, infelizmente!

S. disse...

Demorei anos e anos para encontrar a cabeleireira, a esteticista, o ginecologista, e a menina que arranja as minhas sobrancelhas impecavelmente, sem se importar com a falha da cicatriz do baloiço com que levei quando tinha 2 anos. Mas depois de encontrar fico firme. :)

PrincesSu disse...

Junto-me ao clube :(

Miri* disse...

Amen sister! Por aqui passa-se o mesmo e ainda há uns poucos dias falei disso com uma amiga minha. Não nos conmseguimos fidelizar a nenhum cabeleireiro porque a 2a vez que lá pomos os pés furam-nos o balãozinho no sonho e estragam o que fizeram à 1a. E quando estragam é à grande...
Ufa é uma canseira andar nestas andanças quando é mesmo necessário!!
Leva a mão quem detesta ir ao cabeleireiro!!! *eu eu eu*

carla disse...

acho que para nos fidelizarmos com um cabeleireiro é preciso dar-lhe agumas oportunidades. Uma vez fica bem, outra se calhar nao tanto, mas com as visitas eles vao ficando a perceber os nossos gostos. A minha cabeleireira é em Aveiro :-D Cortou-me o cabelo a primeira vez já há mais de 10 anos, acabada de sair do curso de cabeleireiros. Apesar de só lá ir uma vez por ano, ela sabe do que gosto, e isso é para mim muito importante...

Simplesmente Ana disse...

Eu era menina para ser fiel a um cabeleireira de renome, a quem recorri uma vez, não fosse a conta absurda que me apresentou e dos produtos caros que me colocou sem me consultar.

Nair disse...

Sou fiel à Andreia do Facto e à Graça como esteticista (perto da minha casa). E estou sempre com medo que desaparecem, pois não sei o que faria sem elas...

MarianaS disse...

Não podes desistir à segunda tentativa! Isto dos cabelos não é regra e esquadro nem fórmula mágica, o/a técnico/a capilar também faz a sua aprendizagem, com o material em si e com a cliente...
Tens de dar mais chances

Anônimo disse...

Andei anos há procura da cabeleireira ideal e há coisa de um ano encontrei-a! E não é que com a crise a moça teve que fechar o negócio? Ando agora em modo desespero a ver para onde é que ela vai que eu vou atrás...

ML-As Maravilhas da Maternidade disse...

Pois, eu agora estou a dar uma segunda oportunidade a uma cabeleireira a quem já tinha ido antes, gostado, desgostado, voltei a ir passados uns anos, gostei e agora vamos ver como será... Será que é desta?

Jo disse...

Sou tal e qual como tu! Na primeira vez corre bem, à segunda a coisa descamba... também ando em busca do/a cabeleireiro/a perfeito/a! Mas está difícil. Aqui há uns anos encontrei a minha esteticista de eleição... Mas nem sei bem como consegui perder-lhe o rasto!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...