INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

{Dia 350}

Perdi a confiança na pessoa a quem eu abria a porta da minha casa e dos meus armários, todas as semanas, desde os tempos em que ainda tinha o Pedro na barriga.
E perdi da pior forma possível.
Estou destroçada, nem tenho palavras...

15 comentários:

Jardim de Algodão Doce disse...

É de lamentar mesmo...empregadas em casa tem muito que se lhe diga. Sei de casos abismais de pessoas próximas que chego a duvidar que haja alguém de confiança para se abrir portas e saber da nossa intimidade...

Martinha disse...

Oh ML a serio? *_* efeitos da crise? Que situação tão chata. Bijinho

Sónia disse...

:(

Rit♥Catita disse...

Sei bem o que isso é.
Beijinhos

S* disse...

Que se passa??? Lamento mesmo.

Scarlet Red disse...

Tenho uma colega a quem faltava sempre dinheiro. Ela lembrava-se de levantar dinheiro no multibanco e íamos almoçar e em vez de 40 só tinha 20 ou em vez de 20 só tinha 10 euros. Telefonava ao marido para saber se ele lhe tinha mexido na carteira, verificava o extrato, montou armadilhas ao filho de 8 anos... e nada. Eu também andava incomodada com a situação, afinal trabalhávamos juntas na mesma sala. E um dia viu a senhora que ía lá a casa a mexer-lhe na carteira. Durante cerca de 2 anos faltava-lhe sempre dinheiro, pelo menos uma vez por mês...
Claro que há pessoas que são de confiança toda a vida e incapazes de um ato menos correto.

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

:(

Princesa sem Reino disse...

Lamento imenso Maria de Lurdes. Acabamos sempre por nos afeiçoar a essas pessoas, abrimos a casa sem reservas.

Um beijinho

**SOFIA** disse...

é uma tristeza....

ML-As Maravilhas da Maternidade disse...

Nestas ocasiões todas nós conhecemos histórias semelhantes, mas às vezes somos mesmo surpreendidas, eu continuo com a perda de confiança e desse estado nunca hei-de-sair, nunca vou ter hipótese de tirar a prova dos nove... E essa dúvida vai sempre consumir-me mesmo porque a minha confiança era enorme

Anônimo disse...

Nao me conformo filha tenta intimida-lá e prega-lhe um susto e tenta que tem devolva o que te roubou. A seguir ,sim despede-a. Imediatamente.

Marta disse...

Não sei se te referes a roubo. Mas, provavelmente se tivesse optado por pedir ajuda, até tinhas dado.

Jo disse...

Que situação tão chata. Todas conhecemos casos... mas parece que nunca nos vai tocar a nós! É tão complicado abrir a casa - e a confiança - a uma pessoa... que depois a desconfiança ou a desilusão só podem piorar ainda mais este processo em vezes seguintes.

Elix disse...

Que situação...
É um desgosto, não é?!!!

MarianaS disse...

Ui, que grande chatice. Pena que não possas confirmar. Nunca passei por isso, mas ninguém está livre... :(

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...