INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

É só cabelo

É só cabelo, é só cabelo, é o que eu mais tenho dito ao longo desta semana...

O técnico capilar do Pedro é o avô, um barbeiro/cabeleireiro frustrado que teve de seguir outra profissão, mas no fundo no fundo, gostava mesmo era de andar à tesourada todo o dia.
Para se vingar, ele hoje em dia corta o cabelo aos netos, mas nos seus tempos doirados ceifava o cabelo dos filhos, da mulher (o cabelo da senhora minha sogra, vamos lá a ver, vejam bem a responsabilidade!!) e o próprio cabelo. O próprio cabelo sim, que parece que os barbeiros "não cortavam bem como eu queria vê-lo, aqui de lado, eu dava-lhe um toque só e ficava muito melhor!"

E a verdade é que ele corta bem o cabelo. Eu sou fã. Qualquer dia corta o meu, juro.

Com o cabelo do Pedro, o meu sogro sempre teve um grande desafio. O P tem uma farta cabeleira, muito lisa, mas encorpada. Qualquer corte, qualquer toque de tesoura se nota perfeitamente. Eu sou muito específica, quero um corte comprido, para tirar o máximo partido do cabelo liso, lindo e com reflexos acobreados do meu querubim. Ele, como qualquer cachopo de dois anos, não pára quieto e colaborar é palavra que não faz parte do seu léxico. Estas palavras complicadas com mais de três sílabas são uma chatice...

Bem, a primeira vez que lhe cortou o cabelo foi... um aviso do desafio, um tropeço de primeira tentativa. Não ficou grande coisa. Ok, ficou terrível e foi nas vésperas do primeiro aniversário - fotos com cara de tótó - , mas, em sua defesa, sempre direi que foi a primeira vez e que estava a tentar corrigir asneira minha, que já lá tinha andado a bulir dias antes.

Mas nas vezes seguintes correu tudo muito bem. Umas boas vezes, já. O P pode ser pequenino, mas o cabelo dele cresce como gente grande. E como eu gosto de um corte longo, em menos de nada tem de ir à tosquia.

Desta vez... Estávamos em terreno inóspito (não estávamos no salão do meu sogro - na casa-de-banho dele, pronto). Não tínhamos espaço de manobra, não tínhamos um pente de jeito
...
{Sou só eu que acho inconcebível haver uma casa de morada de família, com quatro membros, e o ÚNICO pente na casa INTEIRA ser o da Rica Sobrinha I, um pente daqueles de kit de bebé??? Não acho isto normal.}
...
Enfim, retomando, a tesoura era afiadíssima e longa, o Pedro estava particularmente agitado, a reclamar o pente e a tesoura como seus e finalmente, o corte foi feito no cabelo seco.

E pronto, é só cabelo. É o que eu digo agora.
Naquele dia, foi só cabelo a voar por todos os lados, lenhos cortados a régua e esquadro, cabelo engolido e nos olhos, falhas na franja, um corte à tigela todos esfiapado e incerto... Serenidade, onde andas?
É só cabelo. Vai voltar a crescer, daqui a uns dias não se nota nada. O que vale é que o aniversário já lá vai e o Natal ainda vem longe, senão seria de antologia.

Agora tenho em casa qualquer coisa assim,


Excepto a franja vai a descer as escadas, se bem me entendem. E aos tropeções.

12 comentários:

Elix disse...

Em defesa do sogro, acho que seria possível isso acontecer a qualquer cabeleireira(o) que se preze...is just a kid....
É só cabelo e cresce rápido ;)

Isa disse...

Um artista tem de ter as suas condições de trabalho... :P

Silvia Oliveira Reis disse...

AHAHAHA! Já me fartei de rir com este post! O Xavier também tem muito cabelo e eu armei-me em esperta e cortei-lho... Parece a Merkl :(

PS- Adorei a imagem do topo do blog.
bj
Silvia

Edien disse...

Isso faz-me lembrar a minha infância quando a minha mãe teimava em cortar o cabelo aos meus irmãos, fazia-lhes essa franja tal e qual!!!Eu, por vezes dou uma aparada na franja do J. no resto nem pensar! No cabelo do G. nem me atrevo, aqueles caracóis são assustadores :S`Como diz "É só cabelo..."

Miú Segunda disse...

Também achei linda a imagem do cabeçalho do blogue.

Mas, afinal, o avô corta bem cabelos ou não? Já se percebeu que, neste caso, não houve muito sucesso. Mas será sempre assim? ;)

Sofia disse...

AHAHAHAH!

Quero dizer, cresce num instante, vais ver.

Agora imagina isso numa menina e vais perceber o meu terror das primeiras vezes que tentámos "acertar" franjas cá de casa sem recorrer a técnicos especializados...

Melancia disse...

ahahahah..... been there! donne that!!
até acertar com o cabeleireiro para o Diogo tive uns certos e determinados acidentes que me faziam escolher o angulo certo para fotografar o Diogo. O cabelo do rapaz é liso, muito e cresce a uma velocidade invejável... para teres noção já lhe cortei o cabelo 6 vezes este ano. queria um igual para mim!!

ML-As Maravilhas da Maternidade disse...

O que eu já me ri com os vossos comentários, obrigada!!

Miú, o avô corta o cabelo muito bem, fique isso bem claro :)
Tendo em conta as condições gerais do miúdo (não colabora!) e as condições específicas desta ocasião, ainda assim podia ter corrido pior!

É o que eu digo, ele corta muito bem o cabelo, o Pedro tem sorte com o seu técnico capilar ;)

Edien, olha que um cabelo encaracolado é mais fácil de cortar do que um liso, eu acho. Basta apará-lo molhado, que os caracóis formam-se depois naturalmente e nem parece que passou por eles uma tesoura. Em cabelos encaracolados ou ondulados, uma tesourada mal dada fica muito bem disfarçada, num cabelo liso nota-se TUDO!



MarianaS disse...

Looooooooooool
O que eu me fartei de rir!
Em defesa da família hospedeira do bendito corte de cabelo, tenho apenas a dizer que o respectivo chefe ( da familia) está a caminhar perigosamente para a calvície, por isso nao tem pente, e a chefa, esposa dedicada, tem cabelo pelos dois, pelo que embeleza a sua farta melena com um pente de dentes largos, quando molhado, e uma grande escova, quando seco! Daí a falta de um pente de jeito! :D

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

hahahahahhaha
Eu tb corto ao Vicente!!! E fica péssimo! Mas como tem milhões de caracóis, disfarça! :D

Princesa sem Reino disse...

Ele cresce!!! Até lá, está bom tempo para gorros :) E já me ri imenso com este post!

Beijinho

Raquel disse...

:-) ahahah... Que máximo! Isso faz-me lembrar qd o meu marido deu uma tesourada na franja do meu João... Parecia um "frei João sem cuidados", ficou com uma espécie de triângulo na franja, ficou mesmo estranho! Mas o espirito é mesmo esse, volta a crescer! :-)
Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...