INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

domingo, 19 de maio de 2013

Salsa Hope

Haja esperança para mim que estou de esperanças!
Pois que fui convidada pela Salsa para participar num concurso que está a decorrer neste preciso momento na sua página do Facebook - e para o qual vou atrasadíssima, mas nem vamos pensar nisso agora...
Pois que me convidou, mas as minhas Salsa neste momento já não me servem. Ohhhh... Só me restam calças de cintura muito descida, husband jeans ou calças que não usava por serem largas mas que fiz bem em não apertar porque eu cá sabia que ainda iria usá-las algumas vezes antes de as mandar apertar e cá está, o meu dedo mindinho não falha! Por outro lado, ainda não comecei a usar as gangas especial grávidas que tenho (emprestadas) porque as bandas ainda me ficam muito largas e descaem e não estava para comprar outras. Prefiro sempre ir jogando com o que tenho.
No entanto, a Salsa gentilmente ofereceu-me umas Hope para participar no concurso e ontem fui escolher as minhas! Quem acompanha estas Maravilhas no Instagram (@maravilhasmaternidade) viu que apenas duas cores já foi dilema suficiente, se mais houvesse, maior seria!
Quando as Salsa Hope surgiram, creio que o Pedro já tinha nascido, e, apesar de não as conhecer, sempre desconfiei da promessa de umas calças para o antes, o durante, o depois e o para sempre. Todas sabemos o quanto o nosso corpo muda, se não engordamos uns valentes quilos a mais, pelo menos a nossa estrutura óssea alarga e prepara-se para um possível parto natural - pelo menos comigo é assim, noto mesmo um alargar da bacia, dos ossos da anca, é incrível e ainda mais notório foi no início desta gravidez!
Daí que isto de calças que se adaptam a tantas alterações estruturais e de peso não me parecia possível, pelo menos para a maior parte das mulheres - que também as há que não alargam nada, apenas engordam ou nem isso, só ganham barriga! Enfim, seria uma complicação e seguramente não para mim.

Mas hoje dou alegremente a mão à palmatória, pois não só creio estar errada, como fico muito feliz por estar porque estou muito satisfeita com o que tenho agora mesmo vestido!

O segredo das Salsa Hope reside numa conjugação feliz de vários factores: tecido fino e leve, nada grosso, composição extremamente elástica, cintura descidíssima - tipo, Britney I'm a Slave for You, estão a ver?-, banda da barriga com elástico (não tipo faixa, por isso nunca descai) e a faixa de ganga engenhosamente desenhada para dar mais uns valentes centímetros de cintura quando se prescindir da banda de grávida e que transforma as calças numas calças normais, de cintura ainda baixa, mas quase média.

Adorei o conceito, o toque, as opções, como vestiam bem e como me pareceu que, devido à sua elasticidade, ainda tinham muito para dar e depois podiam ainda muito encolher. Se eu não engordar como um cachalote, tenho calças for ever and ever!!


 Na loja havia umas azuis marinhas retintas e umas stonewashed claras. Adorei ambas e gostei de me ver com ambas.
 Assim umas, assim outras.


Eu tendo a não gostar muito de gangas com efeito gasto porque muitas vezes as partes mais claras são exageradas ou colocadas em sítios que não favorecem nada, mas neste caso não, gostei imenso de me ver com elas. O tom era um claro muito giro, tipo anos '70 e as partes stonewashed não eram muito marcadas e não me comprometiam, bem pelo contrário.
As escuras costumam ser sempre um grande hit comigo, porque favorecem sempre mais e têm sempre maior versatilidade, pois permitem ser usadas no trabalho, no fim-de-semana, à noite e de dia. E neste momento, eu preciso dessa versatilidade mais que nunca...

Qual é que terei escolhido? Uhhhuuuu

Quando lançar a minha participação no concurso da Salsa, logo vos conto e vos explico como votar em mim, preciso da vossa ajuda!!!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...